Inovações
Recomendar esta página no Facebook       


29.05.2015

Nelson Baumgratz, Country Manager da InfoComm Brasil, revela as inovações e tendências para 2015

 

A TecnoMultimedia InfoComm Brasil reuniu, em sua 2ª edição, especialistas em painel inédito sobre a indústria de AVI no Brasil e promoveu pela primeira vez um encontro para discutir sobre o momento atual e as perspectivas do mercado no país.

 

 

Tempos & Movimentos entrevistou, com exclusividade, Nelson Baumgratz, country manager da InfoComm para o Brasil, para entender o que pensam os diretores das empresas de AVI sobre o atual cenário do país.

 

O nosso cenário econômico está nebuloso... para não dizer tempestuoso... Qual é a expectativa dos fornecedores de AV, em relação ao mercado de live marketing, diante deste cenário?

Sabemos que o país está vivendo uma crise, e exatamente por isso, é preciso investir. Mas, o Brasil sempre viveu neste cenário e, por exemplo, a alta do dólar afeta da mesma forma outros países da América Latina. Quando se escreve crise em chinês, um dos ideogramas significa oportunidade. A crise é sempre um momento de oportunidade. É mais difícil, você tem que se esforçar mais e é por isso que em momentos de crise muitos ficam para trás e só alguns avançam.

 

O mercado do Live Marketing, apesar do difícil momento do Brasil, é um setor que não tende a perder mercado porque a comunicação e o relacionamento com o cliente é o que direciona a tomada de decisão da compra. E, em tempos de crise, é preciso investir para não perder mercado para o concorrente. Além disso, vemos a chegada e o estabelecimento de grandes eventos no País, como os festivais de música Lollapalooza e Tomorrowland, e os próprios Jogos Olímpicos do Rio no próximo ano. As marcas vão investir, o mercado vai movimentar e a indústria profissional de AV estará junto. Ou seja, há muito espaço para crescer.

 

Nós enxergamos no Brasil um mercado promissor que ainda não explora todas as possibilidades que a alta tecnologia do segmento proporciona. E muitas vezes é por falta de conhecimento dos sistemas. Por isso, o primeiro passo é estimular esta cultura na sociedade e esse é um dos objetivos da feira. E o nosso objetivo é justamente consolidar o setor no País, aproveitando as oportunidades de grandes eventos como as Olimpíadas, assim como fizemos em outros países como Colômbia e México.

 


Qual a principal inovação que foi apresentada na feira este ano?

Nós tivemos expondo este ano na TecnoMultimedia InfoComm Brasil mais de 60 marcas voltadas para o mercado de áudio, vídeo e sistemas integrados. De alguma forma, todas elas estão ligadas ao mercado do Live Marketing, por conta de toda tecnologia envolvida nos eventos, por exemplo, que são cada vez mais um ponto importante de contato entre marcas e clientes.

Entre as novidades deste ano nós tivemos um óculos de realidade aumentada, que pode ser utilizado de formas diversas como, por exemplo, melhorar a experiência de cinema para um deficiente auditivo; projetos e estruturas inovadoras para a projeção mapping 3D; soluções de processamento de sinal de áudio e vídeo; tecnologia multi- screen, entre outras.

 

 

Qual a tendência, pensando em tecnologia, para os eventos nos próximos anos? 

Nelson Baumgratz: A InfoComm tem propagado intensamente a noção de que não basta entregar ao usuário uma boa experiência, mas sim uma experiência excepcional,  que só é possível quando se tem a perfeita sincronização da tecnologia adotada,  do conteúdo a ser exibido e do espaço onde se passa esta experiência. Por isso, penso que cada vez mais nós estamos imersos na venda da experiência ao invés da venda de tecnologia. Imagino que para os eventos dos próximos anos isso ficará cada vez mais forte. A interatividade com os sistemas de áudio e vídeo de grandes eventos, por exemplo, me parece uma forte tendência e também o uso da projeção mapping 3D para diferentes situações, desde uma apresentação até a ambientação de um espaço.

 

 

Além da feira, que meios as agências têm para entrar em contato com as novidades que os fornecedores estão comprando? Existe alguma mídia especializada ou cada fornecedor precisa divulgar seus novos equipamentos para todas as agências?

Antes da TecnoMultimedia InfoComm Brasil não existia nenhuma feira especializada em tecnologias de áudio, vídeo e sistemas integrados no País. Nós chegamos para preencher esta lacuna. E o nosso objetivo é justamente que a feira seja o meio de contato das agências e empresas especializadas, por ser um evento que reúne as novidades AVI dos maiores fornecedores de tecnologia e soluções. A ideia é que esse seja o espaço para conhecer e se informar sobre as novidades e também para o fechamento de negócios para todo o ano e para todo tipo de projeto, além de network para o futuro.

 

 

 





< voltar

Inovações
Tecnologias ou ideias inovadoras, uma busca incansável! Nesta seção noticiamos as principais inovações do mercado internacional.
AUTOR



Fortunée Levi
Diretora de Redação da Tempos & Movimentos.