Fórum Ética
Recomendar esta página no Facebook       


18.11.2014

Como ser ético em um meio que não é ético?

 

 

 

Como Diretora de Redação da Tempos & Movimentos, acompanho o movimento do nosso mercado de perto. Observei neste ano que o tema recorrente, nas conversas com os diretores de live marketing, era sempre o mesmo... Ética. O mercado está cansado. Bem cansado.

 

Por que convidar 20 agências para uma concorrência? Um diretor de marketing de uma montadora me explicou que ao convidar várias agências, eles estão abrindo a oportunidade para que novas agências se aproximem. Certo? Errado? Há controvérsia.

 

Como recusar o pedido de “gratificação” de um funcionário de Compras, sabendo que você nunca mais será chamado para nenhuma concorrência naquela empresa? Como defender os prazos de montagem e o uso de equipamentos seguros, em meio a um verdadeiro leilão orquestrado por Compras, sabendo que o seu concorrente vai cortar tudo para se adequar ao budget?

 

As agência estão se dobrando às práticas comerciais abusivas e acabam repassando estas condutas para seus fornecedores. “Se o meu cliente me paga em 120 dias, não vejo problema em pagar o meu fornecedor em 120 dias”. Ou então “Já que Compras cortou o meu BV, para manter o meu lucro, tiro esse dinheiro do meu fornecedor.” Certo? Errado? Há controvérsia.

 

E este é o ponto inicial deste estado de coisas. Afinal de contas, o que é ética? O que define uma prática comercial como saudável ou abusiva?

 

Conversando com um grande empresário do setor de turismo corporativo, ele me deu a seguinte definição: “Ética é aquilo que você pensa quando você foi passado pra trás em um negócio, mas que você nem lembra que existe quando você está ganhando a disputa.”

 

Embrulha o estômago... mas reflete o atual cenário do nosso país... Até quando?

 

Será que é possível ser ético e ser bem-sucedido, nos dias de hoje? É possível sim! E este é o foco do 1o Fórum de Ética no Live Marketing.

 

Valéria Brandini, antropóloga com foco em comunicação, vai apresentar o resultado do seu estudo: o que é ética para o brasileiro? Um bom ponto de partida para abrir os painéis do Fórum!

 

No painel “Ética não é só uma questão de escolha: Governança e transparência”, quatro renomados advogados, especializados em marketing e compliance, vão falar sobre a Lei Anticorrupção e os seus desdobramentos, como trabalhar com transparência e preparar a sua empresa para 2015. Porque, por incrível que pareça (tendo em vista os últimos escândalos de corrupção...), corrupção é crime e pode ser denunciada anônimamente. É o que prevê a lei...

 

Portanto, não é só o cliente que tem que se preparar... a sua agência também está enquadrada dentro desta lei. Ou seja, se algum produtor for denunciado por um fornecedor por prática abusiva, a agência é legalmente responsável, ainda que tenha sido uma conduta individual do produtor.

 

E, respondendo à pergunta que todos se fazem, o painel “Profissionalismo – Boas Práticas” vai trazer três grandes executivos, Robert van Dijk (diretor executivo do Banco Votorantim), Chieko Aoki (presidente do Blue Tree Hotels) e Rafael Teixeira (diretor geral do Banco VW), para falar sobre ética e sucesso. Como cada um deles construiu uma carreira brilhante, baseada na ética e na transparência?

 

Olhares diversos, pontos de vista diferentes, histórias de vida que têm em comum um único ponto: o respeito.

 

Como resultado do Fórum, será criada uma Comissão de Ética no Live Marketing, para a qual serão convidados executivos de marketing e de live marketing para formular uma Carta de Boas Práticas em Live Marketing.

 

Este “cansaço” sentido pelos profissionais de live marketing pode ser transformado em um movimento a favor da regulamentação do nosso mercado. Assim como as agências de publicidade fizeram, e mostraram que é possível, o nosso mercado também pode se unir e estabelecer critérios claros e objetivos de boas práticas comerciais no live marketing.

 

Mas, para isso, é preciso estar disposto a mudar, se abrir para novas possibilidades, novas formas de conduzir seus negócios. Um jeito novo de pensar e de se relacionar com o meio. Como será 2015? Será do jeito que cada um construir.

 

 

Leia também:

1o Fórum de Ética no Live Marketing, agenda e inscrições

Profissionalismo ou Barbárie, entrevista com Paulo Rovai

Lei agora pune empreas corruptas, entrevista com Angela Bonaggio

O que faz alguém ser íntegro?, entrevista com Cely Ades

Corrupção e carreira, artigo de Silvio Celestino

 

 

 

 

 

 





< voltar

Fórum Ética
Notícias, artigos e entrevistas sobre o 1o Fórum de Ética no Live Marketing.
AUTOR



Fortunée Levi
Diretora de Redação da Tempos & Movimentos.