Em Foco
Recomendar esta página no Facebook       


09.11.2014

Chef Morena Leite e a arte de transferir amor pela comida

 

.

  

 Se um dia você for convidado para uma degustação com a Chef Morena Leite, aceite! Abra uma janela na sua agenda e prepare-se para uma experiência fascinante. Você já vai entender o porquê...

 

 

 

Chef Morena Leite, Iron Neto, Fernanda Montá e Fortunée Levi, convidados para degustar o novo cardápio criado especialmente para o Teatro Cetip.

 

 

Chef Morena Leite


 

 

Morena passou sua infância em Trancoso, na Bahia, onde seus pais comandavam um restaurante e uma pousada, sonhando em ser muitas coisas... antropóloga, pra começar...

 

Foi estudar no Cambridge College, onde conviveu com uma russa judia, uma cambojana budista e uma turca muçulmana. Como se relacionar com pessoas tão diferentes, de culturas e crenças tão distintas?

 

“Percebi que posso entender o mundo e as pessoas através da comida que elas comem. E mais, comida é transferência de amor e alegria. Descobri que posso gerar experiências incríveis por meio da gastronomia.”

 

Foi para Paris, estudar na renomada escola de gastronomia “Le Cordon Bleu”, por quatro anos. Lá aprendeu a valorizar os ingredientes locais, sempre frescos e mais saborosos. E assim nasceu a sua cozinha: técnicas francesas com ingredientes brasileiros.

 

Aos 19 anos, formada em cozinha e pâtisserie, Morena retornou ao Brasil para comandar o restaurante Capim Santo, aberto pela família em São Paulo. Seu maior desafio... desenvolver uma metodologia de trabalho que ficasse entre a rígida disciplina aprendida no Cordon Bleu e a cozinha da mãe...

 

A fórmula deu certo e ela não parou mais: programa de gastronomia, buffet, Santinho, aulas de gastronomia, livros... o dia da Morena é longo e a semana de trabalho, vai de domingo a domingo.

 

Mas o compromisso mais importante da semana, é sua filha. No meio de toda essa agenda complicada, Morena encontra tempo para levá-la na escola todos os dias, jantar com ela, preparar pessoalmente sua festa de aniversário. Como lembrancinha, nem pensar em futilidades!... Uma sacolinha de papel kraft com um pão artesanal e um texto explicando a origem da palavra “companheiro” que, em latin, significa compartilhar o pão. E uma mensagem: “Obrigado por compartilhar o pão”.

 

“Quero ensinar valores para a minha filha. Quero que minha filha entenda que a gente é o que é. Um gosta do outro pelo que é, não por aquilo que tem ou ostenta.”

 

Este mesmo carinho, é o ingrediente principal de tudo o que a Morena faz. Canceriana, gosta de deixar todo mundo feliz, a começar pelos seus funcionários. Ela investe na formação de cada um deles. Garante um plano de carreira e benefícios. E ainda abre novos negócios só para poder oferecer oportunidade de sociedade para mais funcionários.

 

E o ingrediente secreto... gentileza!...

 

“Ensino pra eles a gentileza, a olhar no olho nas pessoas, a acolher, ajudar quem está chegando agora. Todo mundo pode doar um pouco do seu tempo para o outro.”

 

O resultado deste investimento é óbvio... sua equipe trabalha com ela há anos, empenhada, responsável, feliz. Do ponto de vista prático, isto significa uma entrega impecável, à altura da assinatura que leva, sem que ela precise estar presente.

 

O seu Instituto Capim Santo, capacita jovens que desejam trabalhar neste mercado de gastronomia e precisam de oportunidades.

 

“Eu gosto das pessoas. Eu gosto de me relacionar. Sou uma pessoa fiel e leal aos meus parceiros. Sou muito curiosa. E muito esforçada. Uma vez, a gente estava em um evento em Porto Alegre e a cozinha não ficava pronta, não ficava pronta... Descobrimos que ia ficar pronta só no dia do evento... Não tive dúvida: trouxe tudo de São Paulo, de avião!”

 

Com 65 cozinheiros fixos, o grupo Capim Santo atende os mais diversos eventos sociais e corporativos. Para o Teatro Cetip, no Instituto Tomie Ohtake, Morena desenvolveu um cardápio especial, com receitas exclusivas que podem ser preparadas e servidas com agilidade.

 

 

 

 

 

Para isso, ela considerou a textura e a apresentação “cenográfica” de cada prato, investiu em baixelas de cobre, que utiliza junto com artefatos bem brasileiros, e assim desenvolveu uma cozinha brasileira com sofisticação. O cuidado artesanal em larga escala permite que ela sirva um coquetel em pé e consiga surpreender os convidados.

 

“Deus me deu a oportunidade de aprender. Por isso, encaro cada evento como um novo desafio e me esforço para atender àquela necessidade, para deixar meu cliente feliz.

Ganho para fazer aquilo que muitos pagariam para fazer. Tenho o privilégio de participar de eventos incríveis, históricos até. Sou uma pessoa realizada e feliz. Meu maior desafio é criar a minha filha para ela também ser feliz.”

 

E a degustação que fizemos do novo cardápio para o Teatro Cetip?... Bem... sem palavras... Deliciem-se com as fotos, imaginem essas maravilhas sendo servidas com a simpatissíssima companhia da Morena Leite, do Iron Neto, da Fernanda Montá e da Fernanda Schlitter e... se você for convidado para uma degustação com a Chef Morena Leite, não perca!!

 

 

Fotos: Samara Rifai Fotografia

 

 Galeria de imagens. Clique na foto para ampliar.





< voltar

Em Foco
Fortunée Levi, Diretora de Redação da Tempos & Movimentos, desenha o perfil do entrevistado! Esta seção é dedicada para o profissional que se destaca em suas ações e que contribui com o crescimento do mercado.
AUTOR



Fortunée Levi
Diretora de Redação da Tempos & Movimentos.