Cases
Recomendar esta página no Facebook       


19.09.2016

Casa Cisco mostra como a digitalização está mudando o mundo

 

 

A Cisco está focada na transformação social e urbana do Rio de Janeiro e assumiu o compromisso de digitalizar o Brasil e construir um legado duradouro para o Rio de Janeiro, por meio do Programa de Inovação Social e Urbana, que incluiu a implantação de uma plataforma inteligente conectada na região do Porto Maravilha para tornar o local um laboratório urbano vivo e exemplo de digitalização para outras cidades do mundo. 

 

A concepção da Casa Cisco está em linha com este compromisso da empresa. O local começou a ser planejado há dois anos em parceira com a agência George P Johnson – Experience Marketing. O primeiro passo, e um dos mais importantes, foi a escolha do lugar ideal para a instalação da Casa: o Circuito Militar da Praia Vermelha, na Urca. O local fica a poucos metros do Pão de Açúcar, o que garante a todos os visitantes uma vista inigualável deste símbolo da cidade do Rio.

 

 

 

O espaço foi totalmente reformado e agora é completamente acessível para pessoas com mobilidade reduzida, além de contar com uma robusta infraestrutura de Wi-Fi com o melhor da tecnologia Cisco, como um legado de melhorias da empresa para o Circuito Militar e todo o bairro da Urca. A remodelação da Casa Cisco foi idealizada como uma forma de homenagear o Brasil.

 

 

Por isso, o objetivo principal do projeto foi trazer um estilo verdadeiramente brasileiro aos visitantes. Todos os ambientes do local contam com painéis exclusivos desenhados pelo artista urbano brasileiro Ficore, conhecido como “Filho das Cores” e considerado uma das maiores revelações do graffiti no país. As obras têm cores inspiradas nos anéis olímpicos e temas da vida carioca. E para valorizar as obras de Ficore, a GPJ  contou com parceiros especializados em iluminação e projeção, que trabalharam em sintonia com a criação do artista. 

 

 

 

 

 

"O projeto de iluminação foi desenvolvido exclusivamente com o objetivo de valorizar a obra do artista. Usamos a tecnologia como parte integrante da intervenção do artista. A nossa equipe sentiu um orgulho imenso de fazer parte deste projeto criado pela GPJ, que soube unir arte e tecnologia com perfeição" explica Renato Mott, CEO da Flex, responsável pela iluminação, sonorização e projeção da Casa Cisco.

 

Por entender que a tecnologia nem sempre é tangível, a Casa Cisco visa principalmente a experiência real do seu uso, demostrando como ela vem mudando e melhorando a vida das pessoas no mundo todo e como a Cisco está por trás de tudo isso.

 

Através do poder da realidade virtual, o público é transportado para o Porto Maravilha e pode conferir o projeto de inovação social e urbana desenvolvido pela Cisco para esta região. Vídeos com imagens de 360° e gráficos 3D materializam a cidade digitalizada. É possível sentir e visualizar a integração da cidade e das pessoas com a tecnologia.

 

 

 

Ao interagir com o aplicativo “Ouça a cidade”, que também faz parte do projeto de inovação urbana e social da Cisco para o Rio de Janeiro, o público é convidado a sentir a música gerada a partir da plataforma IoT da Cisco.

 

A trilha sonora é feita por meio da decodificação de cinco fluxos de dados da cidade e da infraestrutura da Cisco: conectividade, tráfego, felicidade, temperatura e tempo. No teto e no piso, projeções mostram de forma interativa o canal correspondente a cada tipo de dado decodificado.

 

 

Salvar

Salvar

 

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar





< voltar

Cases
Ações de destaque no mercado brasileiro. Uma ideia criativa ou uma solução inovadora, nesta seção publicamos ações de Promo e Eventos que merecem destaque na Vitrine da Tempos.