Dados do Mercado
Recomendar esta página no Facebook       


25.06.2015

BG e o Museu do Amanhã, um belo exemplo de patrocínio

 

 

 

Em tempos de desaceleração da economia, um dos primeiros ítens cortados nas planilhas é o investimento em patrocínio. Surpreendentemente, nossa Redação recebe a notícia que a BG Brasil acaba de se tornar mantenedora do Museu do Amanhã, com investimento  de R$ 12 milhões nos próximos dois anos. Um investimento deste porte, em um segmento que, aparentemente, não traz visibilidade no Brasil?…

 

A decisão de se tornar parceira do museu está alinhada à estratégia de Responsabilidade Social da empresa de óleo e gás e do BG Group, muito focado em educação, principalmente na área científica. A empresa é idealizadora do Prêmio de Educação Científica, que reconhece iniciativas inovadoras de professores de escolas públicas no ensino de Ciências e Matemática. Também apoia projetos de capacitação de professores, tendo beneficiado centenas de docentes e milhares de estudantes no país, por meio de projetos como o STEM Brasil, Ciência e Tecnologia com Criatividade e Herdeiros do Pré-sal. A BG Brasil patrocina o Museu de Arte do Rio, o Prêmio Jovem Cientista e a Orquestra Sinfônica Brasileira.

 

Certamente, uma estratégia coerente e louvável! O retorno do investimento pode não ser imediato mas, em tempos de transformação, este tipo de posicionamento pode fazer a diferença. A formação de nossas crianças e jovens agradece!

 

Segundo Pâmella De-Cnop, Gerente de Responsabilidade Social da BG Brasil, “A educação e o desenvolvimento socioeconômico são prioridades para a BG Brasil. O patrocínio ao Museu do Amanhã faz parte da nossa estratégia de Investimento Social que está muito focada na educação, principalmente na educação científica. Acreditamos que o investimento em iniciativas voltadas à promoção do conhecimento científico pode abrir importantes portas para a formação de profissionais capazes de promover o desenvolvimento e a competitividade global do país. Esse é o legado que queremos deixar”.

 

 

 

 

 

Em  fase final de construção no Rio de Janeiro, o Museu do Amanhã tem foco em ciências, arte e tecnologia, e faz parte de uma nova geração de museus que prioriza a experiência do visitante em um ambiente interativo. Os conteúdos do Museu recebem atualização constante de grandes centros de pesquisa do mundo e estimulam o público a conhecer as transformações atuais e imaginar cenários possíveis para os próximos 50 anos.  

 

A previsão é de que o Museu do Amanhã seja inaugurado no segundo semestre de 2015.

     

A construção do Museu está incluída no conjunto de obras da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro realizadas pelo Consórcio Porto Novo,por meio da maior Parceria Público-Privada (PPP) do país. O Museu do Amanhã é uma iniciativa da Prefeitura do Rio de Janeiro e da Fundação Roberto Marinho, tem o Banco Santander como Patrocinador Máster, a BG Brasil como mantenedora e o apoio do Governo do Estado, por meio de sua Secretaria do Ambiente, do Governo Federal, por meio da FINEP.    

 

 

 Colaboração: In Press





< voltar

Dados do Mercado
Pesquisas, gráficos ou análises. Abordamos nesta seção os dados de mercado que podem influenciar no planejamento da sua ação.
AUTOR



Fortunée Levi
Diretora de Redação da Tempos & Movimentos.